Qual o mistério da felicidade?

terça-feira, 27 de março de 2012

| | |


Qual o mistério da felicidade?
Será que tem algum limite de idade?
Ou está escondida pela cidade?
Dizem que existe, mas não tem veracidade.
Mas a desejo com voracidade.
Fico sempre na vontade.
Ás vezes penso que é vaidade.
Durmo implorando por solidariedade.
Será que ela vem, mesmo, de verdade?
Eu quero ser feliz, e nisso ponho toda a minha vontade.
Mas pro coração só o que sobra é a atrocidade.
Quero alegria, quero prazer. Quero o amor da minha metade.
Basta de solidão. Isso definitivamente é uma barbaridade.
Tudo o que busco, pura e simplesmente, é a minha felicidade.

1 comentários:

Adilson disse...

Momento Flashback, rs. O seu texto me fez lembrar quando, na minha época de garoto, li um texto sobre a Felicidade era um texto de certa forma infantil, mas que me intrigou, naquela época, por tempos, dizia assim: "Bateram em minha porta, percebi e não quis abrir, achei que fosse a felicidade, que vivia a me perseguir. Bateram novamente, dessa vez não insistiu, desceu as escadas correndo e para sempre partiu."
Eu ficava pensando: Por que será que a felicidade foi embora? Abandonou aquela pessoa sem nem dar uma chance. Culpei a felicidade, mas depois de muito tempo, percebi que a culpa foi da pessoa, porque a Felicidade estava ali, batendo à sua porta, e a pessoa demorou ou não quis atender. Dizem que às vezes, ela bate à nossa porta, tomara. Em que ano li esse texto? 1976.

Postar um comentário