Nossos caminhos foram diferentes.

quinta-feira, 25 de abril de 2013

| | |

A gente se surpreende em como descobrimos seres humanos em circunstancias mais improváveis. Nos surpreendemos ainda mais quando descobrimos seres humanos frágeis escondidos dentro de uma montanha, e mais ainda, quando descobrimos que, após alguns anos em que o contato se havia perdido, a pessoa havia partido deste mundo. Mas o importante, já sabemos, é o que fica. Lembranças de conversas breves, risos, e tentativas de se desenvolver uma amizade com uma empatia irresistível, mas um conflito de assuntos difícil de se superar.
O tempo voa, é verdade, mas suas penas, graciosamente caem no caminho para que possamos carinhosamente preservá-las.
Fique com Deus, P.C.F.

1 comentários:

jair machado rodrigues disse...

Olá Alex, fiquei feliz por chegar por aqui e ler este post, que trouxe alento e uma cumplicidade necessárias a minha alma, de certa forma é assim que gostaria de encarar certas perdas, certos encontros. Belo post.
ps. Carinho respeito e abraço

Postar um comentário